Dose de reforço da vacina contra a COVID-19

Quem pode tomar doses de reforço?

O CDC recomenda: 

  • Pessoas com 65 anos de idade ou mais e residentes em ambientes de cuidados a longo prazo devem tomar uma dose de reforço da vacina da Pfizer-BioNTech contra a COVID-19, no mínimo, seis meses após terem tomado a segunda dose da vacina da Pfizer; 
  • Pessoas com idade entre 50 e 64 anos, com condições médicas subjacentes devem tomar uma dose de reforço da vacina da Pfizer-BioNTech contra a COVID-19, no mínimo, seis meses após terem tomado a segunda dose da vacina da Pfizer; 
  • Pessoas com idade entre 18 e 49 anos, com condições médicas subjacentes podem tomar uma dose de reforço da vacina da Pfizer-BioNTech contra a COVID-19, no mínimo, seis meses após terem tomado a segunda dose da vacina da Pfizer; 
  • Pessoas com idade entre 18 e 64 anos, que estejam sob um risco maior de exposição e transmissão de COVID-19, por causa de ambientes profissionais ou institucionais, podem tomar uma dose de reforço da vacina da Pfizer-BioNTech contra a COVID-19, no mínimo, seis meses após terem tomado a segunda dose da vacina da Pfizer, com base nos seus riscos e benefícios individuais. 

Exemplos de condições médicas subjacentes incluem câncer, doença renal crônica, doença pulmonar crônica, demência ou outras condições neurológicas, diabetes, doença cardíaca, HIV, gravidez, anemia falciforme, transtornos pelo consumo de substâncias. Veja esta página do CDC para uma lista completa e mais informações: Pessoas com determinadas condições médicas | CDC 

Quando posso tomar um reforço?

As doses de reforço estão disponíveis para residentes de Rhode Island qualificados, a partir de sexta-feira, 24 de setembro. Residentes de Rhode Island qualificados agora podem fazer agendamentos para doses de reforço. Antecipamos pequenas mudanças nos sistemas online de registro nos próximos dias para refletir a nova elegibilidade. Agradecemos a sua paciência. 

Pessoas qualificadas devem tomar suas doses de reforço, no mínimo, seis meses após terem tomado a segunda dose da vacina da Pfizer. 

Antecipamos que a demanda pela vacina da Pfizer seja mais alta a partir do final de setembro e durante outubro, devido às nossas taxas de vacinação muito altas. Incentivamos todos a fazerem um agendamento para que tomem a vacina assim que possível. Isso ajudará Rhode Island a administrar as vacinas de maneira rápida e eficaz.  

Você pode encontrar agendamentos em qualquer das opções listadas em C19VaccineRI.org. Se precisar de ajuda para fazer um agendamento, ligue para 844-930-1779 ou 2-1-1. 

O que são reforços da vacina contra a COVID-19?

Uma dose de reforço é uma dose de uma vacina dada a alguém que já esteja vacinado e que tenha recebido proteção daquela vacinação; porém, que, com o tempo, tal proteção tenha diminuído.

 

Não. As vacinas contra a COVID-19 são muito eficazes na prevenção de doença grave, hospitalização e óbito. Elas até oferecem proteção contra a variante Delta. No entanto, existe alguma evidência de que a proteção possa estar diminuindo em algumas populações, particularmente  contra a variante Delta, que se propaga muito facilmente. Por causa disso, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) dos EUA está considerando fornecer doses de reforço àquelas pessoas vacinadas, cuja imunidade possa estar diminuindo, de maneira que possam permanecer protegidas e que possamos manter o progresso que já fizemos no decorrer dos últimos meses.

Não exatamente. Algumas vezes, pessoas que têm sistemas imunológicos enfraquecidos não desenvolvem proteção suficiente quando são inicialmente vacinadas. Quando isso acontece, uma dose adicional ou uma terceira dose pode ajudar essas pessoas a obterem a mesma proteção obtida por pessoas com sistemas imunológicos saudáveis. O CDC recomenda que pessoas com sistemas imunológicos moderadamente a seriamente enfraquecidos considerem tomar uma terceira dose da vacina da Pfizer-BioNTech ou da Moderna contra a COVID-19, no mínimo, 28 dias após terem tomado a segunda dose da vacina contra a COVID-19.  

Uma dose de reforço é uma dose de uma vacina dada a alguém que tenha desenvolvido proteção após a vacinação, mas que tal proteção esteja diminuindo com o tempo. Existem muitas vacinas que requerem doses de reforço, como as vacinas contra tétano, difteria e coqueluche (tosse convulsa), ou Tdap.  

Para mais informações sobre vacinas contra a COVID-19, veja as nossas Perguntas frequentes sobre as vacinas.

Não agora. Somente a Pfizer está autorizada para doses de reforço neste momento. A FDA ainda não se reuniu para analisar os dados referentes a doses de reforço da Moderna ou da Johnson & Johnson. Forneceremos atualizações referentes às vacinas da Moderna e da J&J, assim que as informações estejam disponíveis.

Quando for vacinado, irá receber um cartão de vacinação que informa qual a vacina COVID-19 que recebeu e a data e localização da sua vacinação. Guarde este cartão pois é o melhor boletim de vacinação que tem.

Os habitantes de Rhode Island podem obter uma cópia do seu boletim de vacinação contra a COVID-19 através do portal portal.ri.gov/VaccineRecord. A partir deste site, pode pesquisar e imprimir a prova da sua vacinação contra a COVID-19. Se precisar de uma dose adicional da vacina, este boletim informa-o sobre quando é considerado elegível para a dose adicional. Tenha presente que apenas as pessoas que receberam a sua vacinação contra a COVID-19 em Rhode Island poderão procurar o seu boletim de vacinação online.  

Se está com dificuldades em encontrar o seu boletim de vacinação ou não lhe é possível aceder online, pode ligar para os números 401-222-8022 ou 844-930-1779 para obter ajuda. Pode também contactar o seu médico de cuidados primários para verificar o seu boletim de vacinação.

Se precisar de corrigir alguma coisa no seu boletim de vacinação, preencha e submeta o Formulário de Pedido de Correção de Registo de Vacinação RICAIR COVID-19.

Resources